Abstração na Escrita

No grande sertão Veredas (1956), de forma genial Guimarães Rosa escreve sobre situações que nos auxiliam nos dias de hoje. No centro da narrativa está um jagunço que confronta a si próprio, em um exercício de abstração que sugere que a vida de tal personagem começa a ser escrita à medida que ele avança no processo de compreensão sobre ela, sobre o contexto em que ela está inserida (DIAS, 2020). Pensando neste exercício epistemológico desenvolvido na obra de Rosa, propomos o projeto “Abstração na Escrita’.

Convidamos as/os estudantes e professoras/es de Sociologia da Escola Estadual Magno Claret, para desenvolvermos juntas a autocompreensão e compreensão da estrutura social em que vivemos, através do exercicio da escrita e socialização de reflexões que envolvem nossas memórias e os diversos cotidianos.

Clique aqui e acompanhe as postagens de Abstração na Escrita! 🙂